No que cremos

Pontos que guiam a nossa fé

1) NOSSA FÉ É BASEADA SOMENTE NA BÍBLIA

Cremos ser a Bíblia a Palavra de Deus, escrita por homens, mas inspirada pelo seu Santo Espírito. O tema central da Bíblia é a salvação do ser humano por um Deus ativo e compassivo. Sendo assim, a Bíblia aponta a vontade de Deus para cada um de nós. Por isso, ela é a nossa autoridade final para todas as questões, tanto de fé quanto de conduta.

II Pedro 1:20 e 21; II Timóteo. 3:16 e 17; Salmo. 119:105; Provérbios. 30:5 e 6; Isaías. 8:20; João 17:17; I Tessalonicenses. 2:13; Hebreus. 4:12.

2) NOSSO LIDER É JESUS CRISTO

Cremos que Jesus Cristo é o Senhor da igreja e dirige nossas vidas através da sua Palavra e do Espírito Santo. Jesus Cristo, como Deus, sempre existiu. Como homem, nasceu da Virgem Maria. Viveu uma vida perfeita e exemplar. Morreu na cruz pelos nossos pecados. Ressuscitou ao terceiro dia. Depois de 40 dias subiu aos céus, deixou a promessa de vir novamente. Hoje pode salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo para interceder por eles. Nos últimos tempos tem surgido muitos falsos líderes, pregando um evangelho distorcido, e a maioria das grandes igrejas estão totalmente comprometidas em ensinar segundo o pensamento desses homens.

Um dos grandes problemas hoje em dia é que a maioria das pessoas não conseguem ver Deus sem as lentes da instituição a que pertencem, não conseguem ser neutras quanto à absorção dos ensinamentos bíblicos. Por tudo isso é que a IDE não exalta nomes, não difunde uma marca, mas sim, o conteúdo da palavra de Deus.

“Amados, não creiam em qualquer espírito, mas examinem os espíritos para ver se eles procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo”. (I João 4)

3) CRISTO, ÚNICO MEDIADOR

Não temos nenhuma ligação mística com pessoas ou acontecimentos passados, que nos levam poluir os ensinamentos da Palavra de Deus. Nosso único mediador é Cristo, e pela mediação de sua graça, podemos fazer nossas orações diretamente a Deus, levando a ele nossos pedidos, problemas e aflições. Não temos profetas especiais e nem pretensões de reconhecimentos especiais. Queremos tão somente obedecer às ordenanças de Deus e com sua graça evangelizar o mundo.

“E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna” (Hebreus 9:15).

“Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito” (1Pedro.3:18).

4) CULTUAMOS A DEUS DECENTEMENTE E COM ORDEM

Nossos cultos são dedicados a Deus, nosso Pai Celestial. Por isso, são conduzidos com respeito e ordem. Os nossos cultos e programas são simples e alegres. Cantamos, oramos, pregamos e ensinamos a Bíblia. Nossas portas estão abertas para receber qualquer pessoa que deseja cultuar a Deus.

“Portanto, que diremos, irmãos? Quando vocês se reúnem, cada um de vocês tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da igreja. Se, porém, alguém falar em língua, devem falar dois, no máximo três, e alguém deve interpretar. Se não houver intérprete, fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus. Tratando-se de profetas, falem dois ou três, e os outros julguem cuidadosamente o que foi dito. Se vier uma revelação a alguém que está sentado, cale-se o primeiro. Pois vocês todos podem profetizar, cada um por sua vez, de forma que todos sejam instruídos e encorajados. Os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas. Pois Deus não é Deus de desordem, mas de paz. Como em todas as congregações dos santos” (I Coríntios 14:26-33).

Login